ROLEZINHO

Imagem

 

Como todos assuntos polêmicos as pessoas sentem necessidade de tomar partido de um lado como se fosse a verdade absoluta. Nesses casos não existe dicotomia. Não existe a necessidade de formar opinião para um lado e não ver as desvantagens ou o direito do outro. Enquanto uns falam: tem que por toda essa molecada desocupada na cadeia, arruaceiros etc; outros dizem: o shopping é público e tem que permitir o laser desses jovens descriminados, que não tiveram as mesmas oportunidades dos filhos dos ricos etc.

Então, mas quem tem a razão?

Ambos!

Imagine-se dono de um comércio dentro de um Centro Comercial onde você se esfola todos os meses para vender, pagar condomínio, aluguel, funcionários, abrir finais de semana e de repente uma enxurrada de garotos invadem o espaço deixando todos apreensivos com temor de um arrastão? Ou nesse instante passeando com a família naquele local? O pensamento imediato é imaginar como seria bom centenas de policiais retirando a força bruta aquele povo que não combina com a paisagem.

Por outro lado, aquele recinto é aberto a todos! A pessoa que chega com uma Ferrari não pode ter as portas mais abertas do que quem chegou de “bumba” ! A grande maioria das pessoas gosta de dar um “rôle” no shopping mesmo que não compre nada. Portanto é injusto querer barrar aquele povo de entrar num local público.

Mas quando ajunta-se pequenas multidões a sinergia entre elas cria um frisson e esse transforma-se numa sensação de poder e invencibilidade, somado por um cérebro imaturo resultando em confusão. Essa mesma sinergia vemos nas torcidas de futebol, manifestações que começam de forma pacifica e acabam em saques a lojas. E ainda existe os marginais que se infiltram nesses rolezinhos para tentar levantar o ânimo e fazer o circo pegar fogo.

E qual a solução?

Não sei. Acho que não tem. Se for reprimidos com força o rolezinho ganhará mais adeptos com a desculpa de que isso é discriminação e que pobre não tem direitos e aparecerão ativistas de todo lado para entornar o caldo. Se não for feito nada, o comerciante será muito prejudicado por correr o risco de ter sua loja saqueada ( ele escolheu aquele local até pela segurança prometida e paga ) ou pela ausência de clientes. Aqueles transeuntes que vão em centros comerciais para um passeio para consumir algo deixarão de ir.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s