RELIGIÃO DE EINSTEIN

Imagem

O fato de Einsten ter sua crença, assim como qualquer um desse planeta não serve de prova de que Deus existe ou não. Da mesma forma não serve como base para crença de ninguém. Algumas crenças publicam seus seguidores, inclusive ateus, como se isso fosse sua prova. Na verdade isso é uma falácia lógica denominada argumentum ad verecundiam ou argumentum magister dixit que apela para a palavra de alguma autoridade a fim de validar o argumento. Este raciocínio é absurdo, pois a conclusão baseia-se exclusivamente na credibilidade do autor da proposição e não nas razões que ele tenha apresentado para sustentá-la. Ex:

– Tom Cruise crê na Cientologia logo ela é verdadeira;
– George Harrison fez uma maravilhosa musica para Hare Krishna, então essa religião deve ser seguida;
– Mara Maravilha e outros artistas são Evangélicos, então vamos ser Cristões;
– Juliana Paes é Umbandista, então esta provado que espíritos comunicam-se com humanos;
– Dr. Drauzio Varella é Ateu, isso prova que Deus não existe.

Essas afirmações não provam que as crenças desse povo sejam verdadeiras, apenas provam que cada um acredita no que quiser! Esse tipo de falácia é muito comum quando os argumentos acabam e não existem provas.

Mas voltando o ao foco, a história de Einstein foi muito bem documentada e não dependemos de arqueologia, traduções, interpretações, ou suposições tendenciosas pois tudo ocorreu no ultimo século onde lançar um livro era quase tão fácil como hoje. Tive a oportunidade de ler 3 livros sobre a vida e obra de Einstein que são:

– Einstein, sua vida, seu universo. Autor Walter Isaacson :

images

Excelente livro, que retrata sua biografia completa do nascimento a morte, seus estudos, pensamentos. Desde seu nascimento numa família judaica até os últimos dias em seu leito terminal. Einstein não era religioso, e não professava a fé judaica nem a cristã, embora tenha tido contato com as mesmas quando criança. Quando jovem, do ponto de vista religioso, ele se encontrava, resumidamente entre achar que com a razão, não com a fé chega-se a Deus e que a natureza ou universo é equivalente a Deus. Nunca num Deus pessoal onde podemos confiar tudo a ele.

– Como vejo o Mundo. Autor Alber Einstein:

livro-como-vejo-o-mundo-albert-einstein-frete-gratis_MLB-O-2772142725_062012

Livro muito chato que mais vale para mostrar que, fora da Física e Matemática Einstein onde ele deve ter sido o mais brilhante dos homens, era um cidadão comum, e não um Filósofo. Nesse livro ele também deixa claro que não acredita em um Deus pessoal. Ele cita que as raízes da religião e sua experiência são múltiplas e que todas as ações e todas as imaginações humanas têm em vista satisfazer as necessidades do homem e trazer consolo às suas dores, e negar tal religiosidade e recusar essa evidência é não compreender a vida do espírito e seu progresso, porque pela visão dele experimentar e desejar constituem os impulsos primários do ser, antes mesmo de se considerar a majestosa criação desejada. E, na sociedade primitiva, pelo ponto de vista dele, o temor suscita representações religiosas para atenuar a angústia da fome, o medo das feras, das doenças e da morte. Nesse momento da história da vida, a compreensão das relações causais mostra-se limitada e o espírito humano tem de inventar seres mais ou menos à sua imagem e a representação religiosa se torna a religião chamada por ele de Religião-Angústia. Para essas civilizações primitivas, os Deuses tinham imagens semelhantes às nossas, e se transferiria para essas imagens a vontade e o poder delas e as experiências dolorosas e trágicas de seu destino. ( Essa resenha é adaptação colhida da Internet ).

– A Teoria da Relatividade Especial e Geral. Autor Albert Eintein:

imagem

Livro que ele tenta explicar aos “leigos” sobre a Teoria da Relatividade Especial e Geral. Não aconselho ler esse livro se não tiver uma grande bagagem de Matemática e Física. Nesse livro ele não comenta NADA sobre religião ou Deus.

Muita gente evoca as frases irônicas de Einstein para relaciona-lo com alguma crença. A mais utilizada:

God does not play dice with the universe. ( Deus não joga dados ).

Essa frase foi dita para a nova teoria que ganhava forças entre os físicos, a Mecânica Quântica. Essa ultima baseia-se em que todas as partículas próximas ou subatômicas, embora também possa descrever fenômenos macroscópicos em diversos casos, tem sua teoria toda montada sob estatística ou probabilidade, e como jogar dados a chance de uma determinada face é pura probabilidade ele fez essa analogia irônica, mas numa única frase em que ele tenta desqualificar uma teoria não podemos afirmar sua crença. Analogamente Stephen Hawking fez a seguinte afirmação:

Não só Deus joga dados com o Universo, como joga em lugares onde não podemos ver o resultado.

Stephen Hawking é Ateu e também invocou Deus em sua frase.

Muito comum alguém mudar a crença durante a vida. Normalmente as pessoas na infância segue a religião ou crença dos pais, mas pode ou abandonar ou mudar de opinião motivadas por observação, estudo, casamento, algum acontecimento etc… E no caso de Einstein um ano antes de sua morte em 1954, ele escreve em alemão no papel timbrado da Universidade de Princenton, nos Estados Unidos, onde o Nobel de Física trabalhava desde 1933, e enviada para o filósofo Eric Gutkind. Comentando o novo livro do amigo,Chosen Life: The Biblical Call to Revolt ( Escolha a vida: o apelo bíblico pela revolta ), o pai da teoria da relatividade assume um tom de descrença e diz que as práticas religiosas são “infantis”. Em um trecho Einstein diz que

“a palavra de Deus é, para mim, nada mais do que expressão e produto da fraqueza humana” e que a Bíblia é “uma coleção de lendas honoráveis, ainda que primitivas”…”Para mim, a religião judaica, como todas as outras religiões, é uma encarnação das superstições mais infantis. E o povo judeu, a quem pertenço alegremente e que tenho profunda afinidade, não tem qualidade superior em relação a todas as outras pessoas.”

Portanto, segundo o que ele escreveu:

ALBERT EINSTEIN ERA ATEU.

Essa carta  pertencia a um colecionador e nunca teve sua autenticidade questionada, foi descoberta em 2008 e em 08/10/2012 estava sendo leiloada no eBay por um lance minimo de US$ 3 milhões. A cópia da carta e do envelope estão abaixo. Procurei a máxima definição que permite a leitura, claro, desde que se entenda o alemão.

The envelope which contained a letter handwritten by physicist Albert EinsteinA letter handwritten by physicist Albert Einstein a year before his death, expressing his views on religion, is seen in an undated handout photo.A letter handwritten by physicist Albert Einstein a year before his death, expressing his views on religion, is seen in an undated handout photo.

BIBLIOGRAFIA E FONTES DE PESQUISA:

Os livros mencionados acima.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/05/080513_einsteinreligiao_ba.shtml

http://religion.blogs.cnn.com/2012/10/04/einstein-letter-set-for-auction-shows-scientist-challenging-idea-of-god-being-chosen/

http://www.foxnews.com/science/2012/10/05/einstein-letter-questioning-god-goes-up-for-auction/

http://en.wikiquote.org/wiki/Albert_Einstein

http://en.wikipedia.org/wiki/Religious_views_of_Albert_Einstein

http://pt.wikipedia.org/wiki/Mec%C3%A2nica_qu%C3%A2ntica

http://pt.wikipedia.org/wiki/Albert_Einstein

http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2012/10/04/carta-de-einstein-sobre-religiao-sera-leiloada-no-ebay.htm

albert_einstein_9886e1aa55d5070676cc316140028794_Albert_Einstein_theoretical_physicist_and_philosopher

Anúncios

5 comentários sobre “RELIGIÃO DE EINSTEIN

  1. A militância ateísta é um temor ao retrocesso religioso? Até agora não entendo bem o ativismo ateu. É estranho, pessoas que creem em ciência pura, procurando provar que algo não existe. Em nome da ciência, gostaria que alguém me explica-se.

    Curtir

    • Caro Gabriel, não acredito que a militância ateísta seja um temos ao retrocesso religioso. Os ateus, pelo menos nas minhas pesquisas, não tentam provar algo que não existe. Ateu, normalmente, se apegam a ciência e essa pelos métodos de pesquisa tentam provar uma hipótese que acredita-se que existe. Não consigo ver um exemplo de um ateu tentando provar que algo não existe. O que eles batem é que não existem provas de que deus exista.

      Curtir

  2. Eu entendo que muitas pessoas se confortam com a possibilidade da existência de um Deus que promova ou ajude a promover a melhoria na vida delas.

    É simples, a maior parte dos humanos precisam disto para diminuir a angustia cotidiana!

    Eu mesmo acredito que com a minha fé eu já saio na frente…

    Da mesma forma eu acredito e respeito o direito de se optar por ser ateu.

    Na minha visão, esta mais pra “todos estão certos” do que

    ” muitos estão errados porque tal religião ou ser ateu é o melhor caminho”

    Pra mim estamos todos certos… não importa. O que importa é como você trata o seu semelhante.

    Abraço.

    Curtir

    • E ainda Nelson, esse texto foi produzido em reposta a vários comentários que eu recebia dizendo que Einstein acreditava em Deus portanto Deus existe. Na verdade isso é uma falácia de apelo a autoridade, e o que é pior, errada como prova o texto. E isso prova que Deus não existe? Claro que não, mas prova que essas pessoas que usam esse argumento falacioso como prova de existência estão completamente erradas.
      Mais um detalhe:
      É assegurado pela nossa constituição:
      ” O direito de criticar dogmas e encaminhamentos é assegurado como liberdade de expressão “.
      Portanto, criticar idéias é um direito constitucional. Criticar pessoas é desrespeito.
      Veja:

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s